Carga roubada não paga imposto

Carga roubada   A 1ª seção do STJ decidiu que o IPI não incide sobre carga roubada. No caso, os ministros acolheram o recurso da empresa de tabaco Philip Morris Brasil que teve uma carga de cigarros roubada após a saída da fábrica. Para o colegiado, a operação ganha relevância econômica capaz de gerar tributação quando ocorre a efetiva entrega do bem ao comprador. (Clique aqui)